#AT1 – Mística de Abertura – Memórias da Agroecologia

Mística de Apertura – Memorias de la Agroecología

Dia 12 | 8h30 – 9h00 | AUDITÓRIO IPÊ AMARELO  | #Agroecologia2017

Responsável(is): Movimentos sociais e Tereza Correia (AGE)

Relato:

A abertura oficial aconteceu de forma calorosa, com o auditório Ipê-Amarelo lotado. Diversidade estampada nos rostos, o espaço vazio estava preenchido com burburinhos e expectativas para uma semana cheia de troca de saberes. Sucedeu com algumas apresentações.

- Vídeo de abertura referindo-se a 30 anos de Agroecologia em 3 minutos: Intercala lideranças políticas conservadoras e manifestações indígenas, movimentos sociais, como MST, que são duramente reprimidos.

- Declamação de poema, por Teresa Cristina Moreira Corrêa, sobre agroecologia e a união com propósito de proteção e fortalecimento do meio ambiente.

- Mística dos movimentos sociais: Atores entre a plateia fizeram discurso em coro contra o agronegócio, seguido de canção pelo direito à terra, culminando com a entrada de vários Movimentos Sociais com suas bandeiras levantadas, cantando em coro o grito pela terra. Movimentos representados na marcha: Movimento de Pequenos Agricultores - MPA; Confederação Nacional de Trabalhadores Rurais Agricultores e Agriculturas Familiares - CONTAG; Comissão Pastoral da Terra - CPT; Marcha das Margaridas; Movimento Sem Terra - MST; La Via Campesina; Movimento da Juventude; Pastoral da Juventude Rural; Movimentos de Atingidos pela Mineração; Movimento LGBT sem terra; Levante Popular - LGBT; Movimento Camponês Popular; Movimento das Mulheres Camponesas - MMC; Movimento dos Atingidos por Barragem; Coordenação Nacional da Articulação das Comunidades Quilombolas - CONAC; Conselho Indigenista Missionário - CIMI; Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro - CONTRAF. Todos presentes no palco declararam o motivo da luta fundiária, falta de paz, grito de guerra por uma terra que não falha e é sagrada.  Em defesa pela Agroecologia, como uma necessidade de todos!

Jorge Luís e Ane Gabriela, representantes da Brigada de Agitação e propaganda Carlos Marighela do MST, declamaram a poesia Homens da Terra de Vinicius de Moraes. Plateia ovacionou a apresentação. Seguido de um coro geral de #FORATEMER!

 

Facilitação Gráfica:

Notíciashttp://agroecologia2017.com/pela-vida-na-terra-agroecologia-inicia-o-x-congresso-de-agroecologia-em-brasilia/

*** Participe da construção da memória do congresso! Registre suas impressões e sugestões no campo de comentários abaixo. ***

CompartilheShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Publicado por

Layse Ennes

Sou Layse Ennes, Eng.ª Florestal, atual animadora do Grupo de trabalho de Agricultura Urbana do Movimento Nossa Brasília, sócia e Gestora de Projetos na Jardim Natural, atuação com foco na agricultura urbana, agroecologia e educação ambiental, por acreditar no processo de reconexão com o Planeta e na capacidade da integração urbano/rural despertar a consciência para as demais ações do nosso contexto.

Um comentário sobre “#AT1 – Mística de Abertura – Memórias da Agroecologia”

Deixe uma resposta