Congresso em números

O VI Congresso Latino-americano de Agroecologia, X Congresso Brasileiro de Agroecologia e o V Seminário de Agroecologia do DF e entorno foi realizado em Brasília, no período de 12 a 15 de setembro de 2017, no Centro de Convenções Ulisses Guimarães.  

 O congresso reuniu 4.202 pessoas inscritas de 25 países. Argentina, México, Colômbia, Chile, Equador e Uruguai foram as maiores delegações estrangeiras do congresso. Em sua maioria, os participantes eram estudantes (1625) e agricultores (779), sendo 450 camponeses do campo unitário, entre outros. O Distrito Federal foi a unidade da federação com mais representantes, seguido por Minas Gerais, Pará e São Paulo.

 Houve 150 vagas pela rede de hospedagem solidária, 240 leitos em alojamento e 2 mil vagas em acampamento. Foram construídos oito sanitários e 20 chuveiros ecológicos nos acampamentos do Parque da Cidade. Todos serão doados para a continuidade de capacitação e formação.

 O Cine Agroecologia exibiu dezenas de filmes e 13 grupos se apresentaram na programação cultural. Participaram da cobertura colaborativa 28 redes com profissionais de comunicação. 156 mil pessoas foram alcançadas com as publicações.

Foram registradas 1500 visitas à feira nos dois primeiros dias de evento, onde foram montadas 80 bancas, sendo três internacionais. A feira de troca de semente crioulas contou com 77 guardiãs e guardiões, entre indígenas, quilombolas e extrativistas.

Mais de 2.200 trabalhos foram apresentados. No Mapa da Agroecologia mais de 150 locais foram registrados.

A programação contou com 130 atividades, em cinco formatos e com grandes inovações: linha do tempo da Agroecologia (ou rio do tempo), relatos populares em rodas, Caminhos do saber, Relatoria Colaborativa 2.0, além do fortalecimento e consolidação da feira agroecológica e da sociobiodiversidade.

Publicado por

Soraia

Pessoa criativa

Deixe uma resposta